Vídeo aula: Partida Estrela-Triângulo

A Partida Estrela-Triângulo é muito usada no uso de motores elétricos de alta potência, pois na corrente de pico é extremamente alta, cerca de 6 á 10 vezes a corrente nominal do motor. Suponhamos que um motor de 200A de corrente nominal seja ligado normalmente em uma partida direta, a corrente de pico poderá chegar á 2000A, gerando prejuízos e danos á rede elétrica, como quedas de tensão e baixo fator de potência.

Por causa disso, se usa a Partida Estrela-Triângulo em lugares onde se precise de uma partida mais suave, com menos pico de corrente, pois ela diminui cerca de 33% de corrente de pico. Normalmente ela é usada em motores trifásicos 220V/380V e é obrigatório ter pelo menos 6 pontas para que possa fazer a migração da estrela para o triângulo.

Ligação:
Nessa Partida, normalmente são usados 3 contatoras, uma de força para alimentar o motor, uma para fazer o ligamento em triângulo e uma para fazer o fechamento em estrela, nas 3 ultimas pontas do motor (normalmente identificada por U2,V2 e W3 ou 4,5 e 6). Também são usadas um disjuntor-motor, disjuntor monofásico para o comando, relê de tempo estrela-triângulo, botoeiras, lâmpadas de sinalização e relê térmico. Esse é apenas um modelo de como pode ser executada, podendo mudar da necessidade e de quem está executando.

Vantagens:

  • Reduz 33% da corrente de pico;
  • Baixo custo (em relação a outras partidas);
  • Pouca manutenção;
  • Montagem fácil.

Funcionamento:
Veja o funcionamento nesse nosso vídeo:

Essa vídeo-aula faz parte do curso online de Comandos e Proteção de Motores Elétricos. Saiba mais sobre o curso clicando aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

www.000webhost.com