DPS – Dispositivo de Proteção contra Surtos

DPS são dispositivos utilizados nas residências, comércios e indústrias para a proteção de equipamentos elétricos e eletrônicos contra estragos provenientes de descargas atmosféricas (raios), distúrbios gerados por outros equipamentos que geram picos de tensão e também protegem contra danos causados por manobras nos transformadores da rede.

  • O que é o surto elétrico ou sobretensão?

    É um pico de tensão de curta duração, normalmente menor que um milissegundo que pode ultrapassar até 10 vezes mais que a amplitude da tensão nominal.

Os DPS detectam esses picos antes de chegarem aos equipamentos ligados a instalação elétrica e desviam as correntes de surto para o aterramento. Por isso, é previsto por norma que o DPS fique o mais próximo possível do barramento de aterramento e do disjuntor geral, sendo que o condutor de saída do disjuntor geral para o aterramento não pode ultrapassar um tamanho de 50 centímetros.

  • Onde instalar o DPS?

– No quadro de medição de entrada de energia;

– No quadro de distribuição de cargas – QDC;

– Instaladas diretamente nas tomadas que alimentam os equipamentos.

  • Princípio de Funcionamento:

Os DPS podem possuir varistores, que são componentes eletrônicos formados por óxido de zinco que em condições normais na tensão nominal apresentam altíssima resistência elétrica, comportando-se como um circuito aberto, mas se a tensão sofrer picos superiores a tensão nominal do varistor, os mesmos passam a conduzir, desviando a corrente para a terra. Quanto maior o pico, mais condutor se torna o varistor.

Também existem os DPS com centelhadores a gás, que são componentes eletrônicos e tem o mesmo princípio de funcionamento dos com varistores. Alguns DPS podem possuir o varistor e centelhador.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

www.000webhost.com